Tardigrades

Esta semana descobri os Tardigrades ou, Water Bears (em português: tardigrada).

Earth’s most tenacious creature can live in boiling water, solid ice, and the intense radiation of space. It can survive a decade in a desert, without a drop of water to drink, or in the deepest trenches of the sea.

Descrição e mais fotos aqui: http://imgur.com/gallery/2IrVS

E mais do departamento de coisas interessantes:

Poupar gás (e água) com o esquentador de água quente

Sempre pensei que isto fosse senso comum, mas sempre que vou a casa de alguém com esquentador de água quente reparo que a grande maioria das pessoas faz uma má utilização destes equipamentos. “Má” no sentido de desperdiçar recursos.

A maioria dos esquentadores permite controlar a entrada de gás e a entrada de água tal como nesta imagem:

WP_20160119_15_47_24_Pro

Note-se é como os símbolos da imagem não são muitos esclarecedores sobre o que cada controlo faz. Do lado direito parece indicar a “temperatura”, mas na verdade é o caudal da água (menos água = mais quente).

1º Cortar na água

Deve-se começar sempre por regular a entrada da água antes de regular a entrada do gás. Isto porque alterando o caudal, altera-se também a temperatura com que a água sai do esquentador.

No meu caso, reduzi o caudal para o mínimo (temperatura para o máximo). A pressão da água é suficiente para tomar banho e como tenho uma cabeça de chuveiro económica, dá para regular de forma a ficar com jactos ainda mais fortes.

Se, no mínimo, a pressão for demasiado fraca, é ir subindo pouquinho de cada vez até ficar aceitável.

2º Cortar no gás

A forma menos inteligente de usar água quente é pô-la bem quente e depois misturar água fria porque está quente de mais. Curiosamente, é o que muita gente faz!

É importante perceber que o esquentador não se regula sozinho consoante abrimos ou fechamos a quantidade de água quente durante o banho. Ou está ligado(e no máximo) ou está desligado.

Assim, a melhor forma para regular o esquentador é diminuir a quantidade de gás de tal forma a que a água quente saia na temperatura certa para o banho, sem ser preciso misturar água fria.

Tal como com o caudal da água, aconselho a reduzir tudo para o mínimo e testar. Se for fria de mais, soube-se um pouquinho e repete-se o teste. Desta forma todo o gás está a ser utilizado a 100%.

Coisas interessantes para hoje:

8things