Vida em Transição #5 – Electricidade outra vez

No último artigo Vida em Transição (Energia e Serviços), falei um pouco sobre economias energéticas e como estavamos a reduzir a electricidade em casa.

energymeterUltimamente tenho andado a medir os gastos de diversos equipamentos com mais exactidão, recorrendo a um medidor de potência nas tomadas.

Acho que já é bastante comum ouvirmos falar sobre os gastos de equipamentos em standy, mas nunca tinha medido na prática o que isso representava. Aqui ficam algumas conclusões sobre esses e outros:

Carregador do portátil

Tenho muito o hábito de estar com o portátil ligado à corrente. Quando o tiro, para o levar para qualquer lado, ou para outro sítio da sala, quase sempre deixo o carregar no lugar, e ligado à corrente. Se calhar pensamos que lá por o portátil não estar ligado que ele não gasta nada, mas a verdade é que gasta exactamente o mesmo! (bem, pelo menos o meu).

Com ou sem portátil, o carregador consume 7.1W. O que significa que nos dias em que fica ligado 24h (que são mais comuns do que se pensa), estamos a falar de um consumo de 170.4W. Trocando por miúdos: 1,02€ por mês.

Box TV

Na sala, temos um aglomerado de equipamentos que acredito serem bastante comuns em qualquer sala: televisão, telefone, equipamento cabovisão e modem/router internet. Como no artigo passado já mencionei que usamos um temporizador para desligar tudo isto durante 8h por dia, tive apenas curiosidade em medir o gasto da box da tv, porque é algo que raramente usamos.

Em standby o equipamento consome 20W, 480W por dia (em casos que fique 24h ligado), ou seja, 2,88€ por mês.

Se à box juntarmos a TV e o telefone (também com 01% de utilização), já se mede 30W, 720W por dia, ou 4,32€ por mês.

Conclusão

Com apenas estes dois exemplos, somam-se mais de 5€ por mês em poupança (60€ por ano).

Claro que para muitas pessoas pensar em 1€ a mais na conta de electricidade é totalmente irrelevante. Para mim é relevante, e nem se trata de uma questão de dinheiro mas sim de recursos. Se tivessemos que manualmente girar uma roda para gerar a electricidade correspondente que permitisse manter estes equipamentos sem utilização, iamos fazê-lo? Porque estamos então a fazer o mesmo com os recursos do planeta, só porque sim?

Entretanto, tenho andado a germinar uma ideia para criação de uma loja online para vender produtos ecológicos que permitam a poupança energética (electricidade, água, calor) ou de baixo impacto no planeta. Mais info para breve :)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s