decisões, decisões…

Esta quarta-feira cheguei a casa e tinha esta “prenda” à porta.

Super assustado, muito KO e sem conseguir mexer as patas de trás. Fiz-lhe uma pequena cobertura com cartão para ficar mais abrigado durante a noite, mas no dia seguinte tive que o trazer para dentro de casa devido ao frio e à chuva.

Aos poucos foi comendo e acordando e ganhando confiança comigo. Ontem, depois de comer, já estava bem mais activo, com vontade de arranhar e sempre a pedir mimos.

Hoje fomos ao veterinário, para tentar perceber melhor o problema e ver o que se podia fazer.

Teria sido muito bom se as patas estivessem partidas, mas não, é muito pior. Tem a coluna dividida em duas, sendo que os tratamentos (cirúrgicos) para este tipo de casos são muito raros e apenas se fazem em casos muito excepcionais, visto que na maioria não existe mesmo solução.

A médica sugeriu deixá-lo logo lá, para ser abatido e não ter que sofrer mais.

Curiosamente, não parece estar a “sofrer”. A própria médica disse que nunca tinha visto um caso assim. Com esta condição deveria estar parado e sem comer, mas ao contrário disso, está cada vez mais activo.

De qualquer das formas, o facto de ter metade do corpo sem qualquer sensibilidade vai eventualmente criar problemas, visto que nem controla as fezes e mais tarde ou mais cedo, parece que a solução não poderá ser outra.

Por enquanto, voltou a casa e está enrolado na mantinha. E agora, fica do meu lado a decisão…

PS – ah, não é um gato, é uma gata!

Anúncios

2 thoughts on “decisões, decisões…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s